Artigo/Notícia

Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Vila Nova festeja 56 anos de criação

Embora a primeira missa fosse celebrada no domingo de Páscoa, mais de dez anos antes (1953), a instalação oficial da Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Vila Nova está registrada em 17 de outubro de 1965, há 56 anos portanto.

Atualmente a paróquia possui uma única capela em Vila Flórida, sendo a Padroeira Nossa Senhora da Saúde.

Para colaborar com o início da evangelização junto a essa comunidade, a Diocese de Toledo conseguiu fazer com que duas congregações religiosas viessem se instalar em Vila Nova, uma vez que havia a expectativa de conseguir vários jovens vocacionados para ingressarem nas congregações.

A primeira congregação foi das Irmãs Franciscanas da Divina Penitência e Piedade Cristã que veio para dirigir a Escola Municipal, atuar na Educação, através do CENEC, mais tarde transformado em Colégio Estadual (o qual existente ainda hoje).

A presença das religiosas junto à Paróquia Nossa Senhora de Fátima colaborou imensamente para o desenvolvimento das atividades pastorais na comunidade dentro do contexto eclesial da aplicação do Concílio Vaticano II (1962-1965). Assim as pastorais e movimentos que foram surgindo, graças à atuação dos religiosos, fortaleceram o crescimento espiritual da comunidade.

Outra congregação foi a dos Padres Camilianos, que teve a frente o Pe. Ângelo Pasqual que foi o primeiro vigário da Paróquia Nossa Senhora de Fátima. A atuação pastoral dos Camilianos em Vila nova despertou algumas vocações na paróquia, como os dois irmãos padres camilianos: Clair Kozik, ordenado em Vila Nova no dia 25 de maio de 2004 e Mário Kozik, ordenado em São Paulo, em 19 de fevereiro de 2005.

Além do Pe. Ângelo Pasqual, o primeiro pároco, atuaram também na Paróquia os seguintes sacerdotes: Pe. Rafael Pivetta – Palotino (13/04/1966 a 03/03/1970). O terceiro pároco foi Pe. Max Kaufmann (21/02/1970 a 08/1971); Pe. Matias Eugenio Hens – Camiliano (08/1971 a 01/1972); novamente o Pe. Rafael Pivetta – Palotino (01/1972 até 16/04/1972). Esteve também o Pe. Luiz Braun, por um breve tempo, contribuindo pastoralmente; Pe. Vitoldo Kosicki (22/04/1972 a 14/04/1978); Pe. Marino Knopp (14/04/1978 a 15/10/1978); Pe. Silvino Chiamolera (15/10/1978 a 11/02/1979); Pe. João Reinker - Missionário de São João Batista, (24/02/1979 até 02/03/1980); D. Severino Kogl - Beneditino Húngaro, D.  Aniano e D. Haroldo (12/03/1980 a 25/10/1980).

Por certo período, a Paróquia foi atendida pelos Missionários Capuchinhos de Vacaria, de 25 de outubro de 1980 até março de 1981, quando ministravam as Santas Missões.

Em seguida os padres diocesanos assumiram a paróquia: Pe. Anuar Battisti (08/03/981 a 02/1985); Pe. Irineu Roque Sherer (02/1985 a 03/1986); Pe. Hugo José Rhoden; (1986 a 1988); Pe. Raulino Cavaglieri (1988 a 1989); Pe. Odilo Rockenbach (1989 a 1992); Pe. Lucas Schwarz (1992 a 1993); Frei Bernardo Duppont (1993 a 1996); novamente assumiu o Pe. Raulino Cavaglieri (1996 a 1998); Pe. Ângelo Pellá (1998 a 1999); Pe. Inácio Afonso Scherer (1999 a 2000); Pe. Lucimar Castellani (2000 a 2002); Pe. Mauro Cassimiro (2002 a 2003); Pe. José Aparecido Bilha (2003 a 2005). Em fevereiro de 2005, novamente assume a Paróquia o Pe. Raulino Cavaglieri permanecendo até 2011. Entre 2012 e 2014 a Paróquia tem como pároco, Pe. Angelo Virgilio Pellá. De 2015 a 2016, Pe. José Emanuel Beffa é quem atuou na Paróquia.

Atualmente e desde 2017 a Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Vila Nova tem como pároco, Pe. Vanderlei Rivelino Ghelere.

Aos paroquianos de Vila Nova e a todos que fizeram e fazem parte da história dessa comunidade ao longo desses 56 anos, os nossos cumprimentos e reconhecimento pela dedicação de todos com a evangelização.